São José do Xingu (MT) perde “Prinspa” uma verdadeira MÃE do Futebol Xinguense.
Publicado em: 27/05/2021 ás 09:51:00

No último domingo (23) os Xinguenses se despediram de Prinspa Pereira Amorim, natural de São Félix do Araguaia (MT), chegou em São José do Xingu (MT) em 1982, depois de toda uma trajetória de vida com 56 anos de idade, após uma árdua luta contra o câncer, aquela que sempre foi considerada como uma das “Mães do Futebol Xinguense” veio a óbito.

Esse título popular e merecido destinado a Prinspa se deu por algumas razões muito importantes, dentre elas foi que além de criar os seus filhos biológicos Marcos Rogério (Bugão), Hernandes (Baiano) e Elisangela (Neném) mesmo enfrentando todas as dificuldades de uma cidade do interior, encontrou uma forma de criar como filhos Igor Santos,  Wanderson leonel , Vitória Emanuela, Eduarda Rocha, Alessandra Pereira,  Salim, Gurtiago Dias, Raik Nascimento, Rodrigo Brites, Cleidiane Damazio, Jailson Brites, Edmar, Ana Paula Nunes e  Lúcia Nunes. Além destes foi avó de seis netos e um bisneto.

Prinspa casou com dezesseis anos de idade com Domigos Nunes de Oliveira e sempre praticou esportes (futebol) desde muito jovem, torcedora fiel do time municipal “Atletico Junior” sempre incentivou os seus a essa prática e por mais inusitado que seja ela é de descendência indígena da etnia Carajás, um povo muito conhecido na região pela sua bravura e força.

Sua história em São José do Xingu (MT) ficará marcada nos corações daquelas pessoas que conviveram com essa mulher guerreira, mãe de muitos filhos que recebia a todos em sua casa com muita alegria, nunca foi capaz de negar o pão a um faminto.

Seus últimos dias foram de tratamento no Hospital do Câncer na cidade de Barretos (SP), seu corpo foi transladado para a sede do município e enterrado no cemitério municipal.

Em sua memória e em deferimento a sua história os Xinguenses agradecem a sua colaboração com o desenvolvimento deste município. Em 24 de maio foi decretado “luto oficial” por meio do Decreto 107/2021.